Quando sei se é paixão ou amor

paixão ou amor

Se lembra da primeira vez como foi que aconteceu, quando se olharam nos olhos a sensação que sentiu?! Você tentou disfarçar não pretendia encarar, todavia foi mais forte que você, e aconteceu. Não era para ser tão óbvio, mas não conseguiu não olhar outra vez, e outra vez. Isso é algo que ocorre com quase todo mundo. Você passou por isso, sua mãe e avó passaram por isso e suas amigas também. Mas a questão é, será que isso é o primeiro sinal do amor?

Apaixonar-se por alguém certamente nos faz acreditar que é amor. É bem difícil amar alguém sem antes apaixonar-se por ela, isso é considerado o primeiro estágio do que poderá a vir ser um relacionamento. O erro mais corriqueiro que as pessoas cometem é confundir amor de verdade com paixão, ambos são emoções intensas que se sente por outra pessoa e por serem bem parecidos é comum que essa confusão aconteça. Mas como saber na verdade se estou amando ou apenas apaixonada?

A paixão pode ser simplesmente levada pela excitação, é quando ficamos incapazes de ver defeitos na pessoa, achamos tudo nela lindo, se torna para nós só beleza e perfeição. É quase como uma droga, ficamos dopados, sem saber muito que fazer. O corpo fica completo por hormônios de felicidade, a paixão é o fogo, o desejo. Conforme dizem os estudos a paixão tem duração de seis meses, depois que a euforia passa o sentimento que fica é realmente o amor.

Já o amor pode ser descrito como uma emoção clara afetividade pelo outro, é o mais belo e sublime sentimento. O amor nos permite ser mais realista, gostar da pessoa reconhecendo que ela tem defeitos e virtudes e que nem tudo é cor-de-rosa e que a vida não é um conto de fadas. O amor vai além de amar as semelhanças, é ter tolerâncias com os erros e aprender ter confiança. É saber que nem sempre tudo vai sair como queremos mas isso não será capaz de prejudicar os sentimentos, é um quebra-cabeça que deve ser montado um pouco a cada dia.

Na verdade os dois sentimentos são de extrema importância e devemos vivê-los cada um ao seu tempo, pode ser que nos cause grande confusão, mas com o tempo conseguimos entender o que realmente estamos sentindo.

No começo claro que a maioria das relações são maravilhosas, pois querem mostrar para o outro somente o que se tem de bom, agem quase que perfeitamente, concorda-se com tudo, não tem discussão, mas com o passar do tempo e com o convívio as coisas vão mudando, aos poucos vão se soltando e mostrando realmente os gostos e opiniões, então a partir desse ponto, quando já se conheceram de verdade é que dá para ter a noção do que realmente esta sentindo. O importante é dar um passo de cada vez e aproveitar cada momento.

Bruna Basilieri

Facebook Comments

Recomendados Para Você:

mautic is open source marketing automation